Artigo da seção pessoas Brígida Baltar

Brígida Baltar

Artigo da seção pessoas
Artes visuais / teatro  
Data de nascimento deBrígida Baltar: 1959 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

A Coleta da Neblina , 2002 , Brígida Baltar
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Biografia

Brígida Baltar (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1959). Artista multimídia. No fim da década de 1980, freqüenta a Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage). Participa do Grupo Visorama no Rio de Janeiro. Nesse época, cria a obra Abrigo, em que projeta a forma do seu corpo escavada na parede de sua casa-ateliê, e a série Estrutura, na qual emprega tijolos para compor as obras. Frequentemente capta suas ações em fotografias e filmes curtos, como no projeto Umidades, realizado entre 1994 e 2001, com base na coleta de elementos naturais e transitórios, como  neblina ou orvalho, em excursões que faz à serra das Araras ou à serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Apresenta na 25ª Bienal Internacional de São Paulo, em 2002, o trabalho Casa da Abelha, composto de fotografias, vídeos e desenhos. No fim desse mesmo ano, apresenta a exposição Coleta da Neblina, no Museum of Contemporary Art (MOCA), em Cleveland, Estados Unidos.

Análise

A obra de Brígida Baltar parte freqüentemente de ações da própria artista, captadas em fotografias ou em curtos filmes silenciosos. No projeto Umidades, desenvolvido entre 1994 e 2001, coleta, em recipientes de vidro, elementos naturais, transitórios e efêmeros, como a neblina, o orvalho e a maresia, em excursões que realiza, por exemplo, à Serra das Araras ou à Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Para o crítico Moacir dos Anjos (1963), nessas coletas a artista explora a memória e a afetividade geradas no evento, como as lembranças de odores, da temperatura, dos sons e mesmo de sentimentos, como prazer, medo ou melancolia. Entretanto, para o espectador que conhece apenas as imagens fotográficas geradas por esses procedimentos, essas ações parecem realizar-se fora do espaço e do tempo, inseridas em uma atmosfera de sonho.

O universo feminino e da intimidade doméstica também estão presentes na obra de Brígida Baltar, que inicialmente utiliza materiais retirados da sua própria casa, como tijolos, saibro, poeira e cascas de tinta. Em 2001, apresenta, na 25ª Bienal Internacional de São Paulo, a obra Casa da Abelha, inspirada no universo desses insetos, composta por fotografias, vídeos, desenhos e alguns escritos, retratando a si própria com uma roupa confeccionada para o trabalho, baseada no traçado de uma colméia.

Outras informações de Brígida Baltar:

  • Outros nomes
    • Brígida Gioseffi Baltar
  • Habilidades
    • Performer

Obras de Brígida Baltar: (3) obras disponíveis:

Midias (1)

Brígida Baltar - Enciclopédia Itaú Cultural
Na 25ª Bienal de São Paulo, em 2002, Brígida Baltar apresenta o trabalho Casa de Abelha, uma instalação com fotos, vídeos e ilustrações inspirados no universo desses insetos. “Pensei numa relação entre o mel e a afetividade. Como a casa é, nas histórias e nas cidades, esse centro produtor de afetividade”, conta. Em 2007, ela participa do Panorama da Arte Brasileira, no MAM/SP, com três interferências, que ocupam “cantos” no espaço expositivo e trabalham novamente a ideia de casa e intimidade. O primeiro traz o desenho de um chão feito com pó. “Como se eu estivesse trazendo o chão da casa”, diz. No outro canto, Baltar realiza um desenho de paisagem na parede com o mesmo material, que remete ao tijolo de construção. O terceiro espaço é ocupado por um brocado também composto com pó, que faz referência a um tapete. O trabalho dura apenas o tempo da exposição. “Depois, o desenho se desmancha e volta a ser pó”.

Produção: Documenta Vídeo Brasil
Captação, edição e legendagem: Sacisamba
Intérprete: Erika Mota (terceirizada)
Locução: Júlio de Paula (terceirizado)

Espetáculos (2)

Exposições (119)

Artigo sobre Novos Novos 88

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioNovos Novos 88 : 04-04-1988  |  Data de término | 30-04-1988
Resumo do artigo Novos Novos 88 :

Galeria do Centro Empresarial Rio (Rio de Janeiro, RJ)

Artigo sobre 5ª Bienal de Havana

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de início5ª Bienal de Havana: 06-05-1994  |  Data de término | 30-06-1994
Resumo do artigo 5ª Bienal de Havana:

Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam

Todas as exposições

Eventos relacionados (11)

Artigo sobre Arco 2003

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioArco 2003: 13-02-2003  |  Data de término | 18-02-2003
Resumo do artigo Arco 2003:

Parque Ferial Juan Carlos I

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Artigo sobre sp-arte 2011

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2011: 12-05-2011  |  Data de término | 15-05-2011
Resumo do artigo sp-arte 2011:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (41)

  • ARCO das Rosas: o marchand como curador. Tradução Camila Henman Belchior. São Paulo: Casa das Rosas, 2001. 120p. il p&b, color. SPcr 2001/ar
  • ARCO das Rosas: o marchand como curador. Tradução Camila Henman Belchior. São Paulo: Casa das Rosas, 2001. 120p. il p&b, color.
  • A INFÂNCIA perversa: fábulas sobre a memória e o tempo. Curadoria e texto Marcus de Lontra Costa. Rio de Janeiro: MAM, 1995. [36 p.], 35 il. p.b. color.
  • APROPRIAÇÕES. Curadoria Ligia Canongia. Rio de Janeiro: Joel Edelstein Arte Contemporânea, 1997. RJje 1997/a
  • APROPRIAÇÕES. Curadoria Ligia Canongia; tradução Jack Liebof. Rio de Janeiro: Joel Edelstein Arte Contemporânea, 1997. 8 p., il.
  • ARTISTAS brasileiros na 5. Bienal de la Habana, 1994. Havana: Centro Wifredo Lam, 1994. BRb 1994
  • ARTISTAS brasileiros na 5. Bienal de la Habana, 1994. Havana: Centro Wifredo Lam, 1994.
  • BALTAR, Brígida. A coleta da neblina 1996-2001. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2001. [12] p., il. color.
  • BALTAR, Brígida. Brígida Baltar. Texto Ricardo Basbaum; versão em inglês Paulo Andrade Lemos. Rio de Janeiro: Galeria Cohn Edelstein, 1997. 1 folha dobrada, il.
  • BALTAR, Brígida. A coleta da neblina 1996-2001. Apresentação Agnaldo Farias. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2001. B197 2000
  • BALTAR, Brígida. Brígida Baltar. Texto Ricardo Basbaum; versão em inglês Paulo Andrade Lemos. Rio de Janeiro: Galeria Cohn Edelstein, 1997. B197b 1997
  • BALTAR, Brígida. Neblina, orvalho e maresia: coletas. Rio de Janeiro: O Autor, 2001. 112 p., il. color. 700.92 B197n
  • BERCHT, Fátima. Notas sobre o trabalho. Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=19]. Acesso em: 20 fev. 2005.
  • BERCHT, Fátima. Notas sobre o trabalho. Galeria Nara Roesler. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2005. Não catalogado
  • COLEÇÃO Museu de Arte Moderna da Bahia: arte contemporânea. Apresentação Heitor Reis. Rio de Janeiro: MAM, 1998. RJmam 1998/c
  • COLEÇÃO Museu de Arte Moderna da Bahia: arte contemporânea. Rio de Janeiro: MAM, 1998. s.p. il., color.
  • CORCILIUS, Ania. Sem título. Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=19]. Acesso em: 20 fev. 2005.
  • CORCILIUS, Ania. Sem título. Galeria Nara Roesler. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2005. Não catalogado
  • COTIDIANO/ARTE: O Objeto Anos 60/90. São Paulo: Itaú Cultural, 1999. (Eixo Curatorial 1999). IC 709.049 C844sn
  • COTIDIANO/ARTE: O Objeto Anos 60/90. São Paulo: Itaú Cultural, 1999. (Eixo Curatorial 1999).
  • DUARTE, Luisa. O Fio da Trama. Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=19]. Acesso em: 20 fev. 2005. Não catalogado
  • GALERIA de Arte Centro Empresarial Rio 1988. Curadoria e texto Wilson Coutinho; texto Montez Magno, Frederico Morais, Wilson Coutinho, Lélia Coelho Frota, Donato Mello Júnior, Eduardo Passos, Luiz Sérgio de Oliveira, Italo Bianchi. Rio de Janeiro: Galeria de Arte Centro Empresarial Rio, 1988. [168] p., il. p.&b. 
  • GALERIA de Arte Centro Empresarial Rio 1988. Rio de Janeiro: Galeria de Arte Centro Empresarial Rio, 1988. RJgacer 1988
  • GALERIA Nara Roesler: catálogo. Fotografia Romulo Fialdini. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2001. SPnr 2001/c
  • GALERIA Nara Roesler: catálogo. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2001. [16] p., il. color.
  • LAGNADO, Lisette. O processo de fabulação. Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=19]. Acesso em: 20 fev. 2005.
  • LAGNADO, Lisette. O processo de fabulação. Galeria Nara Roesler. Disponível em: . Acesso em: 2 Não catalogado
  • MOSTRA SESC de Artes: ares & pensares. São Paulo: SESC SP, 2002. SPsesc 2002/a
  • MOSTRA SESC de Artes: ares & pensares. São Paulo: Sesc, 2002. 111 p., il. color. p.b.
  • POSSÍVEL imagem. Rio de Janeiro: Solar Grandjean de Montigny, 1990. RJsgm 1990/p
  • POSSÍVEL imagem. Rio de Janeiro: Solar Grandjean de Montigny, 1990. folha dobrada, il. p.b.
  • ROMANCE figurado. Rio de Janeiro: Museu Nacional de Belas Artes, 1995. RJmnba 1995/rf
  • ROMANCE figurado. Texto Frederico Morais. Rio de Janeiro: Museu Nacional de Belas Artes, 1995. 20 p. + 19 lâms., il. color.
  • SALÃO NACIONAL VICTOR MEIRELLES, 6., 1998, Florianópolis, SC. 6º Salão Nacional Victor Meirelles. Curadoria e texto Charles Narloch;  texto Agnaldo Farias, João Otávio Neves Filho, Tadeu Chiarelli. Florianópolis: MASC, 1998. [56 p.], il. p.b. color.
  • SCHWANKE. 6º Salão Nacional Victor Meirelles: Sala especial Luiz Henrique Schwanke. Curadoria Nadja de Carvalho Lamas. Florianópolis: MASC, 1998. S398 1998
  • SEIS artistas na 25ª Bienal de São Paulo. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2002. SPnr 2002/se
  • SEIS artistas na 25ª Bienal de São Paulo. Texto Ana Weiss, Luisa Duarte, Elias Canetti. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2002. [72] p., il. p&b color.
  • SOUZA, Jair de (coord.). I Riográfico. Texto Lúcia Rito, Felipe Taborda, Ronaldo Werneck, Zuenir Ventura. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1993. [10] p., il. p&b.
  • SOUZA, Jair de (Coord.). I Riográfico. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1993. RJccbb 1993/p
  • WORKSHOP 97: artistas alemães e brasileiros. Curadoria Edgar Filho; texto Friedrich Meschede, Marcus de Lontra Costa, Maria do Carmo Vogt. Salvador: MAM, 1997. 64p. il., color. 
  • WORKSHOP 97: artistas alemães e brasileiros. Salvador: MAM, 1997. BAmam 1997

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • BRÍGIDA Baltar. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa17557/brigida-baltar>. Acesso em: 23 de Fev. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7
abrir pesquisa