Artigo da seção pessoas Marcio Doctors

Marcio Doctors

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deMarcio Doctors: 02-12-1952 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia

Marcio Doctors (Rio de Janeiro, Rio de janeiro, 1952). Crítico de arte e curador. Trabalha como secretário do crítico de arte Mário Pedrosa (1900-1981) no final dos anos 1970. Entre 1979 e 1982, atua como crítico de arte do jornal O Globo. Gradua-se em filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1981. Oito anos depois, obtém o título de mestre em estética pela mesma universidade, com a dissertação O Mistério do Visível

Desde 1997, é curador da Fundação Eva Klabin, no Rio de Janeiro. Em 1999, é autor do espaço de instalações permanentes do Museu do Açude, no Alto da Boa Vista. No mesmo ano, organiza o livro A Cultura do Papel , publicado pela editora Casa da Palavra. Dois anos mais tarde, participa da Comissão de Seleção do 1º Programa Petrobras/Artes Visuais. 

De 2002 a 2008, Marcio Doctors representa a América Latina no Comitê Internacional para os Museus de Casas Históricas (Demhist). O projeto do Museu do Açude recebe prêmio do Governo do Rio de Janeiro em 2004. No mesmo ano, Doctors cria o projeto Respiração, na Fundação Eva Klabin. Em 2007, recusa o convite para participar como curador da 28ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo. Após seis anos, faz a curadoria da mostra Carne Misteriosa, de Rui Chafes (1966), no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ). Participa da palestra Lygia Clark | Hélio Oiticica | Lygia Pape | A Ruptura Pós -Neoconcreta, na Fundação Eva Klabin, em junho de 2017.

Outras informações de Marcio Doctors:

Exposições (26)

Artigo sobre Novos Novos

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioNovos Novos: 26-01-1987  |  Data de término | 08-03-1987
Resumo do artigo Novos Novos:

Galeria de Arte Centro Cultural Rio

Todas as exposições

Fontes de pesquisa (10)

  • CURADOR Marcio Doctors desiste da Bienal de SP. Folha de S.Paulo, São Paulo, 6 nov. 2007. Ilustrada. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0611200724.htm >. Acesso em: 24 jul. 2017
  • DOCTORS, Marcio (Org.). A Cultura do papel. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 1999.
  • DOCTORS, Marcio. Escavador. Disponível em: < https://www.escavador.com/sobre/764868/marcio-doctors >. Acesso em: 26 jul. 2017
  • DOCTORS, Marcio. Marcio Doctors. Canal Contemporâneo, 2015. Disponível em: < http://www.canalcontemporaneo.art.br/_v3/site/perfil_individuo.php?idioma=br&perfil_usuario=397 >. Acesso em: 26 jul. 2017
  • DOCTORS, Marcio. O Mistério do visível. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1989.
  • FAZOLLA, Leandro. Projeto Respiração. Das Artes, São Paulo, n.37, 2014. Destaque. Disponível em: < http://dasartes.com.br/materias/projeto-respiracao/ >. Acesso em: 26 jul. 2017
  • MARCIO Doctors. Fórum Permanente. Disponível em: < http://www.forumpermanente.org/convidados/marciodoctors >. Acesso em: 24 jul. 2017
  • OFICINA teórica: pensamento errante e fragmento com Marcio Doctors. Museu Victor Meirelles, Florianópolis, 2010. Disponível em: < http://museuvictormeirelles.museus.gov.br/agenda-cultural/2010-2/oficina-teorica-pensamento-errante-e-fragmento-com-marcio-doctors/ >. Acesso em: 24 jul. 2017
  • PIPA: a janela para a arte contemporânea brasileira. Programação MAM-RJ: Final de Semana. Prêmio PIPA, 2013. Disponível em: < http://www.premiopipa.com/2013/06/programacao-mam-rio-final-de-semana/ >. Acesso em: 26 jul. 2017
  • PROJETO Respiração. Fundação Eva Klabin, Rio de Janeiro. Disponível em: < http://www.evaklabin.org.br/publicacoes.aspx?sec=7 >. Acesso em: 24 jul. 2017

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MARCIO Doctors. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa11572/marcio-doctors>. Acesso em: 17 de Nov. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7