Artigo da seção pessoas Hugo Possolo

Hugo Possolo

Artigo da seção pessoas
Teatro  
Data de nascimento deHugo Possolo: 03-08-1962 Local de nascimento: (Brasil / Espírito Santo / Vitória)

Biografia

Hugo Possolo de Soveral Neto (Vitória, Espírito Santo, 1962). Diretor, autor e ator. Artista polivalente, destacando-se como clown, diretor e autor, um dos criadores do grupo Parlapatões, Patifes & Paspalhões. Torna-se um renovador na arte dos palhaços e inventivo criador de espetáculos marcados por este viés.

Enquanto cursa comunicação social e história na Universidade de São Paulo (USP), Hugo aprende técnicas circenses no Circo-Escola Picadeiro. Suas primeiras incursões no teatro, ainda acanhados exercícios em busca de um estilo, ocorrem em 1984, com Quando Tenho Razão Não É Culpa Minha, direção de Arthur Leopoldo e Silva e, em 1986, diversos esquetes realizados no Circo-Escola Picadeiro.

Após mais algumas realizações funda, juntamente com Alexandre Roit, em 1991, o grupo Parlapatões, Patifes & Paspalhões, lançando Bem Debaixo de Seu Nariz; e, no ano seguinte, o espetáculo que batiza e dá nome ao grupo, logo reconhecido pela crítica. Em 1993 surge Sardanapalo, direção de Carla Candiotto e, em 1995, Zérói, texto e direção do próprio Hugo.

Em 1996, reunindo material de origem medieval, lança U Fabuliô, série de pequenas histórias cheias de verve e alegria, em longas excursões pelo país. Uma homenagem ao grande palhaço Piolim, dirigida em 1997 por Neyde Veneziano, oferece a Hugo a possibilidade de recriar esse magnífico intérprete associado à Semana de Arte Moderna de 1922. Pelo evento Vamos Comer o Piolim, ganha o grande prêmio da crítica da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA).

Em 1998, o grupo estréia ppp@WllmShkspr.br, uma colagem efetuada por Jess Borgeson sobre as mais importantes obras de William Shakespeare, realização dirigida por Emílio Di Biasi, que permite a Hugo demonstrar suas muitas facetas de intérprete e comediante. Em 1998 lança, como autor, Não Escrevi Isto, ao mesmo tempo que dirige uma versão compacta de A Flauta Mágica, de Mozart. Em 1999, um novo texto seu é conhecido: Poemas Fesceninos, abordando poesias medievais de cunho escatológico. No mesmo ano está em Mistérios Gulosos, de Mário Viana, nova realização do grupo Parlapatões; e na direção de Farsa Quixotesca, grande painel sobre a obra de Cervantes que envolve o grupo Pia Fraus Teatro em sua realização, projeto patrocinado pelo Sesc São Paulo, que lhe confere os prêmios APCA e Panamco de melhor autor.

Em 2001, o grupo retoma Sardanapalo, para apresentar uma nova e mais instigante versão e lançar Pantagruel, ambicioso projeto baseado em Rabelais que demandou dois anos de pesquisas, obtendo grande repercussão junto à imprensa.

Analisando a realização de Pantagruel, o crítico Kil Abreu registra: "As imagens hiperbólicas colhidas na pesquisa do grupo ganham na dramaturgia de Mário Viana e Hugo Possolo uma versão redonda, deliberadamente impura, com trajetória clara e grande poder de provocação da platéia, em fábula que projeta a crítica da vida social nas entrelinhas do efeito cômico. [...] Além do inegável talento na provocação do riso que não se nega à reflexão, o melhor dos Parlapatões, reafirmado neste Pantagruel, é a porta de casa sempre aberta à platéia, em um jogo cujas cartas são a sátira e a ironia, e o coringa é alguma surpresa na manga, pronta para a próxima jogada".1

Notas 

1. ABREU, Kil. Parlapatões ficam entre prazer e razão. Folha de S.Paulo, São Paulo, 1 fev. 2001. Ilustrada.

Outras informações de Hugo Possolo:

  • Outros nomes
    • Hugo Possolo de Soveral Neto
  • Habilidades
    • dramaturgo
    • Iluminador
    • Cenógrafo
    • Autor
    • figurinista
    • professor de artes cênicas
    • Artista circense
    • Palhaço
    • Ator
    • diretor de teatro

Espetáculos (134)

Todos os espetáculos

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (7)

  • ABREU, Kil. Parlapatões ficam entre prazer e razão. Folha de S.Paulo, São Paulo, 1 fev. 2001. Ilustrada.
  • ALCADE, Lúcia. Ele é um palhaço. Veja, São Paulo, p. 20, 13 set. 2000.
  • FARSA QUIXOTESCA. Direção Hugo Possolo. São Paulo, 1999. 1 folder. Programa do espetáculo, apresentado no Sesc em 1999.
  • PAREJA, Luciana. 'Pantagruel'. Folha de S.Paulo, São Paulo, 14 fev. 2001. Ilustrada, p. E-1.
  • Programa da Jornada Internacional do Teatro para a Infância e Juventude - espetáculo: O Bricabraque - 2004 não catalogado
  • Programa da Jornada Internacional do Teatro para a Infância e Juventude - Mostra de Teatro Infantil nos Centros Educacionais Unificados CEUs - espetáculo Bichos do Brasil - 2004 não catalogado
  • Programa do Espetáculo - Alô, Alô, Terezinha - 2004. Não Catalogado

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • HUGO Possolo. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa109202/hugo-possolo>. Acesso em: 20 de Abr. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7