Artigo da seção pessoas Beth Lopes

Beth Lopes

Artigo da seção pessoas
Teatro  
Data de nascimento deBeth Lopes: 1956 Local de nascimento: (Brasil / Rio Grande do Sul / Santa Maria)

Biografia
Elizabeth Lopes (Santa Maria RS 1956). Diretora. Ligada aos movimentos de experimentação dos anos 1990, a trajetória de Beth Lopes registra ativas incursões cênicas a partir de adaptações de textos literários.

Após formar-se em artes cênicas na Universidade Federal de Santa Maria, Beth desloca-se para a França, onde prossegue uma formação em clowns, bufões e antropologia teatral. Transferindo-se para São Paulo, realiza sua primeira criação junto ao grupo Boi Voador, em Observatório, baseado na novela de Julio Cortázar, com adaptação de Jayme Compri, em 1989.

Sua criação mais original ocorre um ano depois, com outra transposição literária: O Cobrador, de Rubem Fonseca, montado com a Companhia Teatro em Quadrinhos, realização bem sucedida que apela fortemente para os códigos das HQs. A crítica Mariangela Alves de Lima registra suas impressões: "O espetáculo de Beth Lopes marcha em linha reta na direção de um núcleo sempre cumulado de ódio. Além de todas as explicações, há o ódio irremissível, um caldo que vai engrossando com a impotência. E, uma vez que o centro do espetáculo é um sentimento único, não há lugar para a consideração de causas e efeitos ou a terceira dimensão da densidade psicológica. A personagem que resgata suas dívidas com estupros e assassinatos é uma figura sem profundidade, representação desesperada do 'vingador'. [...] Como produto e representação da contemporaneidade, o espetáculo de Beth Lopes partilha do fascínio pela transformação da linguagem".1

Em 1992, a realização de Os Brutos Também Amam, adaptação de Luís Cabral, baseada em texto homônimo e na transposição cinematográfica da obra, direção de George Stevens, não obtém os mesmos resultados. Aventura-se por um desconhecido texto de vanguarda, O Imperador da China, de George Ribemont-Dessaignes, imprimindo fortes marcas cubistas e futuristas à realização, em 1994. No mesmo ano, encena Violeta Vita, de Luís Cabral, espetáculo bem sucedido, retratando um caso de amor entre duas escritoras da aristocracia inglesa no começo do século XX, com as atrizes Claudia Schapira e Lu Grimaldi. Nos anos subseqüentes encontra-se à frente de realizações escolares apresentadas no circuito regular, com destaque para Em Lugar Algum, adaptação do livro Tempo de Despertar, de Oliver Sacks, espetáculo que vai a França e Edimburgo, em 1998, ano em que encena À Margem da Vida, de Tennessee Williams, numa produção que destaca Regina Braga como protagonista.

Suas últimas realizações incluem O Jantar, de Luís Cabral, em 1999; Silêncio, de Tom Stoppard, em 2000; São Paulo é Uma Festa, de Fernando Bonassi.

Desde 1997, Beth Lopes é, também, professora de interpretação do Curso de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, ECA/USP.

Notas
1. LIMA, Mariangela Alves de . De frente para o crime. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 14 dez. 1990. Caderno 2, p. 16.

Outras informações de Beth Lopes:

  • Outros nomes
    • Elizabeth Lopes
  • Habilidades
    • Ator
    • figurinista
    • diretor de teatro
    • professor universitário
    • Cenógrafo

Espetáculos (31)

Todos os espetáculos

Fontes de pesquisa (8)

  • A DÍVIDA social cobrada com sangue. No ritmo dos quadrinhos. Jornal da Tarde, São Paulo, 23 nov. 1990, p. 11-A.
  • ALBUQUERQUE, Johana. Elizabeth Teixeira Lopes (ficha curricular) In: ___________. ENCICLOPÉDIA do Teatro Brasileiro Contemporâneo. Material elaborado em projeto de pesquisa para a Fundação VITAE. São Paulo, 2000.
  • GUZIK, Alberto. Uma tétrica metáfora, em versão quase soft. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 12-A, 30 nov. 1990.
  • LIMA, Mariangela Alves de . De frente para o crime. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 14 dez. 1990. Caderno 2, p. 16.
  • Programa do Espetáculo - Anônimos - 2008. Não Catalogado
  • Programa do Espetáculo - Como Me Tronei Estúpido - 2007. Não Catalogado
  • Programa do Espetáculo - O Cobrador - 1990. Não Catalogado
  • TEATRO LABORATÓRIO. Otto Lara Resende ou Bonitinha, mas Ordinária: 3 dez. 1998 a 9 fev. 1999, São Paulo, SP, 1998. Programa do Espetáculo. Não catalogado

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • BETH Lopes. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa109121/beth-lopes>. Acesso em: 21 de Jan. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7