Artigo da seção pessoas Milton Sogabe

Milton Sogabe

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deMilton Sogabe: 1953 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Atrator Poético , 2005 , Fernando Fogliano | Rosangela Leote | Milton Sogabe | Edson Zampronha | Renato Hildebrand | Grupo SCIArts
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Biografia

Milton Terumitsu Sogabe (São Paulo, São Paulo, 1953). Artista e professor. Gradua-se no curso de licenciatura em Educação Artística pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) em 1979. Estuda e produz desenho e gravura do início dos anos 1970 até meados dos anos 1980. É professor na Faculdade de Artes Plásticas da Faap entre 1982 e 1994 e nas Faculdades Integradas Tereza D'Ávila, Santo André, de 1985 a 1986.

Em 1985 interessa-se por Arte e Tecnologia, dando início à pesquisa e produção artística, com foco em arte-telecomunicação. Realiza seus estudos de mestrado e doutorado em comunicação e semiótica na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), finalizando-os em 1990 e 1996, respectivamente.

Ingressa na  Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) em 1994, como docente do Instituto de Artes. Em 1996, ao lado de outros artistas, forma o SCIArts, equipe multidisciplinar responsável por vários trabalhos de instalação interativa, baseada em novas tecnologias e teorias científicas. Desde então, suas atividades artísticas são marcadas por pesquisas com objetos e ambientes interativos, expressas em textos e memoriais descritivos de seus trabalhos.

Sua produção artística, a partir de 1996, é definida pelo trabalho colaborativo no SCIArts, e ganha relevo com instalações interativas, a exemplo de Entremeios II (1999), Atrator Poético (2005), Gira S.O.L. (Sistema interativo com o sol) (2006), e Metacampo (2014). Em 2000 e em 2005 o grupo recebe o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. Publica vários artigos em revistas como a ARS, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), e capítulos de livros, sempre tematizando a relação da arte e ciência, assunto recorrente também em trabalhos que orienta em níveis de graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado em Artes.  Em 2015 faz estágio de pós-doutorado na Universidade de Aveiro, Portugal.

Análise

As incursões de Milton Sogabepelo desenho e pela gravura, anos 1970, aliam-se com sua atuação como professor. Utiliza xerox, fax, videotexto, vídeo e computadores. Participa de eventos internacionais, ligados inicialmente ao tema de arte-telecomunicação, usando televisão de varredura lenta (SSTV).

Em 1988, participa do evento Intercities São Paulo/Pittsburgh, utilizando monitores de TV e acetato, descontruindo a imagem pela de sobreposição de frames da televisão de varredura lenta.  Em Impromptu (1990), a troca de imagens por fax sofre interferências de outros artistas, compondo uma imagem coletiva, com intervenção direta da tecnologia.

Nos anos 1990, Milton Sogabe descobre a instalação, que passa a marcar seu trabalho. Deste período destacam-se Mãos à Obra (1995) e, em seguida, Entremeios (1997) e Entremeios II (1999). As duas últimas assinadas também pelo matemático Hermes Renato Hildebrand (1954), pelo engenheiro Fernando Fogliano (1956) e pela artista Rosangela Leote (1961), que juntos formam o grupo SCIArts. Re-trato (1998), outra instalação do grupo, tem a participação da artista Rejane Cantoni (1959).

As instalações interativas dominam o interesse do artista, que encontra no trabalho a várias mãos a possibilidade de execução de obras mais complexas. Em 2004, expõe Des-espelho, uma videoinstalação do grupo SCIArts, utilizando sete câmeras de vigilância e sete monitores, alternando modelos de visualização especular.

Em 2005, o grupo cria, com a participação do compositor Edson Zampronha (1963), Atrator Poético, instalação interativa que utiliza eletromagnetismo, ferro fluido, sensores, imagens e sons controlados por um sistema digital. O trabalho, um dos mais característicos do grupo, é apresentado na exposição Cinético_Digital, no Itaú Cultural e recebe o 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. A obra é apresentada ainda no Itaú Cultural em 2007, no Sesc Campinas em 2011, e em itinerância pelos Sescs Pinheiros, Campinas e São Bernardo, em 2012.

Gira S.O.L. é uma obra robótica que busca a direção do sol, assinada pelo grupo SCIArts, por Gilson da Silva Domingues e Júlia Blumenschein (1981), exposta em 2006, 2011 e 2012. Em 2010, o artista apresenta, no Sesc Itaquera, Robolation, um robô interativo, assinado coletivamente. A obra percorre várias mostras, entre 2006 e 2012.

Em 2010, Sogabe desenvolve, com o SCIArts, o trabalho Metacampo, selecionado para a bienal de arte e tecnologia Emoção Art.ficial, do Itaú Cultural. Metacampo é uma instalação interativa que utiliza uma biruta, sensores, ventiladores e hastes flexíveis que se apresentam como um campo de trigo.

As obras de Milton Sogabe abrangem a ciência, a arte e  a tecnologia. Com uma série de aparatos computacionais e eletrônicos, o artista pesquisa a imagem, apropriando-se da obra pela interação entre ela, o ambiente e o interator. Do fax e vídeo dos anos 1980 às instalações interativas dos anos 2010, verifica-se essa linha que permeia seu histórico de pesquisador, professor e artista. O percurso é uma constante ação interativa entre pensar e fazer, moldados pela arte.

Outras informações de Milton Sogabe:

  • Outros nomes
    • Milton Terumitsu Sogabe
    • Milton Perumitsu Sogabe
  • Habilidades
    • Artista multimídia
    • professor universitário
    • desenhista

Obras de Milton Sogabe: (1) obras disponíveis:

Exposições (20)

Eventos relacionados (1)

Fontes de pesquisa (9)

  • SOGABE, M. T. Falsa interface como recurso poético. ARS, São Paulo, v. 12, p. 63-69, 2014.
  • MATUCK, Artur. Intercities São Paulo/Pittsburgh. Disponível em: < http://www.colabor.art.br/arturmatuck/sitev1/portfolio/telecom_arts/intercities/intercities_reflections.pdf >. Acesso em 30 jun. 2015.
  • REY, Sandra. Processos perceptivos e construções simbólicas, agenciamentos do sujeito- “nós” e do sujeito-“eu” na instalação des-espelhos do grupo SCIArts. Revista Conexão – Comunicação e Cultura, Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, v. 3, n. 6, p. 143-154, 2004.
  • SCIARTS. Web site. Disponível em: < http://sciarts.org.br/sciarts/ >. Acesso em: 30 jun. 2015.
  • SOGABE M. T. Instalações interativas mediadas pela tecnologia digital: análise e produção. ARS, São Paulo, v. 9, p. 1, 2011.
  • SOGABE, Milton et al. Atrator Poético: Interface entre Arte, Ciência e Tecnologia. Revista ArtCiência, Ano II, n. 4, ago. 2006. Disponível em: < http://www.artciencia.com/index.php/artciencia/article/view/310 >. Acesso em: 30 jun. 2015.
  • SOGABE, Milton Terumitsu. Currículo do sistema currículo Lattes. [Brasília], 30 jun. 2015. Disponível em: < http://lattes.cnpq.br/7600718608296628>. Acesso em: 30 jun. 2015.
  • SOGABE. M.T. Processo criativo em arte-tecnologia. In: MEDEIROS, Maria Beatriz (Org.). Arte em pesquisa: especificidades. 1.ed. Brasília: pós-graduação em Arte da UnB, 2004, v. 2. p. 328-334.
  • SOGABE. M.T. SCIArts - Equipe Interdisciplinar. In: BARROS, Anna; SANTAELLA, Lúcia (Org.). Mídias e Artes: os desafios da arte no início do século XXI. São Paulo: Unimarco Editora, 2002. p. 95-104.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MILTON Sogabe. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa105987/milton-sogabe>. Acesso em: 22 de Ago. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7