Artigo da seção pessoas Ed Viggiani

Ed Viggiani

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deEd Viggiani: 18-10-1958 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Casa das Rosas , 1991 , Ed Viggiani

Biografia
Edson Viggiani Júnior (São Paulo SP 1958). Fotógrafo. Em 1976, inicia graduação em ciências sociais na Universidade de São Paulo - USP, mas não conclui o curso. Começa a carreira de fotojornalista em 1978, em São Paulo, como freelancer do Jornal da Tarde e da revista Manchete. No início dos anos 1980, radica-se em Fortaleza, onde trabalha para o jornal O Povo e como assistente do fotógrafo Chico Albuquerque (1917-2000). Retorna à capital paulista em 1984, e integra a equipe das revistas IstoÉ e Veja. Em 1987, cria a Agência Fotograma Fotojornalismo e Documentação, com Rosa Gauditano (1955) e Emidio Luisi (1948). Nesse período, colabora nos jornais Folha de S. Paulo e Jornal do Brasil. Em 1991, seu projeto Irmãos de Fé, sobre manifestações religiosas no Brasil, ganha o prêmio The Mother Jones International Fund for Documentary Photography, nos Estados Unidos. No mesmo ano, recebe o prêmio de melhor exposição da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) com a mostra individual Matando o Tempo a Golpe de Luz, realizada em São Paulo. Desde 1992, atua como fotógrafo autônomo nas áreas editorial, institucional e de documentação, e coordena, em 1998, a exposição e a edição do livro Brasil Bom de Bola. No fim da década de 1990, com Antonio Augusto Fontes (1948), Elza Lima (1952), Celso Oliveira (1957) e Tiago Santana (1966), participa do projeto Brasil sem Fronteiras, cujos ensaios são reunidos no livro homônimo lançado em 2001. Ganha o Prêmio J. P. Morgan de Fotografia, em 1999, e publica o livro Brasileiros Futebol Clube, em 2006.

Comentário Crítico
Assim como outros fotojornalistas brasileiros que, sobretudo a partir dos anos 1980, realizam ensaios documentais sobre temas regionais e sociais, Ed Viggiani dedica-se ao registro de trabalhadores e de festas religiosas em diferentes regiões do Brasil. Documenta a procissão dos farricocos, em Goiás Velho, Goiás, a romaria do padre Cícero em Juazeiro do Norte, Ceará, e a festa de Círio do Nazaré, em Belém, entre outras manifestações populares. Destaca-se também pelas séries de fotos sobre ícones culturais como o futebol e a presença da televisão no cotidiano dos brasileiros.

Viggiani freqüentemente compõe seus enquadramentos com muitos elementos. A informação não é dada de imediato, pois o fotógrafo cria obstáculos ao olhar do espectador ocupando a imagem com figuras e objetos em contra-luz, desfocados ou borrados pelo movimento. Quando mostra a situação com clareza, costuma destacar o que é aparentemente supérfluo ao caráter informativo da foto, mas que, do ponto de vista gráfico e estrutural, é fundamental na ordenação dos objetos e sujeitos da cena.

Seu trabalho procura seguir a tradição do fotodocumentarismo internacional representada pela agência Magnum Photos, fundada em 1947 por Robert Capa (1913-1954), Henry Cartier-Bresson (1908-2004), David Seymour (1911-1956) e George Rodger (1908-1995). Segundo esse modelo, nenhum registro é imparcial e, portanto, o fotógrafo se posiciona politicamente ao conciliar conteúdo e estética, por meio dos assuntos, flagrantes e pontos de vista que elege.

Outras informações de Ed Viggiani:

  • Outros nomes
    • Edson Viggiani Júnior
    • Ed Vigianni
  • Habilidades
    • fotógrafo

Obras de Ed Viggiani: (36) obras disponíveis:

Todas as obras de Ed Viggiani:

Exposições (53)

Artigo sobre Images of silence : photography from Latin America and the Caribbean in the 80s (1989 : Washington D.C,, Estados Unidos)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioImages of silence : photography from Latin America and the Caribbean in the 80s (1989 : Washington D.C,, Estados Unidos): 20-06-1989  |  Data de término | 26-08-1989
Resumo do artigo Images of silence : photography from Latin America and the Caribbean in the 80s (1989 : Washington D.C,, Estados Unidos):

Museum of Modern Art of Latin America (Washington, DC, Estados Unidos)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (7)

  • ANDERÁOS, Ricardo. Exposição mergulha no inconsciente visual. Folha de S. Paulo, São Paulo, 24 abr. 1991. Ilustrada, p. 9.
  • DE BONI, Zé. Verde lente: fotógrafos brasileiros e a natureza. São Paulo: Empresa das Artes, 1994.
  • FERNANDES JÚNIOR, Rubens. Labirinto e identidades: panorama da fotografia no Brasil [1946 - 98]. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. 323 p., il. p&b, color.
  • FONTES, Antônio Augusto, et. alli. Brasil sem Fronteiras. Fortaleza: Tempo d'Imagem, 2001. 180 p., il. p&B.
  • MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO. Coleção Pirelli de Fotografias. Apres. Fábio Magalhães e Piero Sierra. Introd. Rubens Fernandes Junior. São Paulo: Masp, 1992. v. 2.
  • PERSICHETTI, Simonetta. Imagens da Fotografia Brasileira 2. São Paulo: Editora SENAC; Estação Liberdade, 2000. 190 p., il. p&b, color.
  • Prêmio J. P. Morgan de Fotografia. Brasil 1999. São Paulo: Museu de Arte Moderna de São Paulo, 1999. Sem paginação, il. p&b, color.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • ED Viggiani. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa10584/ed-viggiani>. Acesso em: 14 de Dez. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7