Artigo da seção pessoas Hildegard Rosenthal

Hildegard Rosenthal

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deHildegard Rosenthal: 25-03-1913 Local de nascimento: (Suíça / Zurique) | Data de morte 16-09-1990 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Rua do Seminário x Praça Pedro Lessa , ca. 1945 , Hildegard Rosenthal

Biografia

Hildegard Baum Rosenthal (Zurique, Suíça 1913 - São Paulo, São Paulo, 1990). Fotógrafa. Vive até a adolescência em Frankfurt, Alemanha, onde estuda pedagogia, de 1929 a 1933. Mora em Paris entre 1934 e 1935. De volta a Frankfurt, estuda fotografia com Paul Wolff (1887-1951) - um especialista em câmeras de pequeno formato - e técnicas de laboratório no Instituto Gaedel. Em consequência do regime nazista transfere-se para São Paulo, em 1937. Nesse ano, começa a trabalhar como orientadora de laboratório na empresa de materiais e serviços fotográficos Kosmos. Poucos meses depois, é contratada como fotojornalista pela agência Press Information, e realiza reportagens para periódicos nacionais e internacionais. Nesse período, documenta São Paulo, Rio de Janeiro, o interior paulista e cidades do sul do Brasil, além de retratar diversas personalidades da cena cultural paulistana, como o pintor Lasar Segall (1891 - 1957) e o escritor Guilherme de Almeida (1890 - 1969). Interrompe sua atividade profissional em 1948 com o nascimento da primeira filha. Em 1959, após o falecimento do marido, assume a direção da empresa da família. Suas fotos permanecem pouco conhecidas até 1974, quando o historiador da arte Walter Zanini realiza uma retrospectiva de sua obra no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC/USP. No ano seguinte, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP é inaugurado com a mostra Memória Paulistana, de Hildegard Rosenthal. Em 1996, o Instituto Moreira Salles adquire mais de 3 mil negativos de sua autoria.

Análise

Suas fotos de São Paulo documentam o cotidiano da vida urbana: o fluxo de pessoas nas ruas, o transporte público, a arquitetura, vendedores ambulantes e cidadãos comuns em situações prosaicas. Nas cenas de rua, os flagrantes são sutis: captam o olhar de alguém que percebe estar sendo fotografado ou simplesmente congelam passos. Além de registrar desconhecidos, a fotógrafa trabalha com modelos simulando circunstâncias do dia-a-dia. Em suas fotos, a jovem que lê o jornal é a mesma que, em outra cena, compra flores. Suas imagens têm poucos espaços vazios. O negativo é quase todo preenchido com conteúdos apresentados de maneira equilibrada e clara. Valoriza os meios-tons e os detalhes à sombra, o que demonstra sua intenção de registrar o máximo de informações.

Outras informações de Hildegard Rosenthal:

  • Outros nomes
    • Hildegard Baum Rosenthal
    • Hilde Baum
    • Hildegard Baum
  • Habilidades
    • fotógrafo
    • Repórter fotográfico

Obras de Hildegard Rosenthal: (41) obras disponíveis:

Todas as obras de Hildegard Rosenthal:

Exposições (22)

Artigo sobre Panoramas SP

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioPanoramas SP: 20-04-2004  |  Data de término | 30-05-2004
Resumo do artigo Panoramas SP:

Museu da Imagem e do Som (São Paulo, SP)

Todas as exposições

Eventos relacionados (5)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (7)

  • CARBONCINI, Anna (Coord.). Coleção Pirelli/ MASP de Fotografias: v. 7. São Paulo: MASP, 1997.
  • GUARIGLIA, Ana Maria. Mostra resgata Hildegard Rosenthal. Folha de S. Paulo, São Paulo, 10 nov. 1993. Ilustrada, p. 7.
  • MORAES, Angélica. O olhar imprescindível. IrisFoto, São Paulo, ano 46, n. 461, p. 21-22, mar. 1993.
  • RETRATOS do imaginário de São Paulo. Projeto Rosana Delellis; pesquisa e texto Ricardo Mendes; direção de arte Artur Lescher; produção gráfica Horacio Sei; produção Ana Antoniazzi, Márcia Porto. São Paulo: FormArte, 2001. 124 p., il. p&b color.
  • ROSENTHAL, Hildegard. Hildegard Rosenthal: fotografias. Apres. Walter Zanini. São Paulo: MAC/USP, 1974.
  • ROSENTHAL, Hildegard. Cenas urbanas. Texto Boris Kossoy, Benedito Lima de Toledo, Antonio Fernando De Franceschi, Vladimir Sacchetta; projeto gráfico Kiko Farkas; fotografia Hildegard Rosenthal. São Paulo: Instituto Moreira Salles. 80 p., il. p&b.
  • SÃO Paulo: 450 anos. Texto Nicolau Sevcenko, Carlos Alberto Cerqueira Lemos, Benedito Lima de Toledo, Ricardo Mendes. São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2004. 496 p., il. p&b. color. (Cadernos de fotografia brasileira, 2).

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • HILDEGARD Rosenthal. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa10403/hildegard-rosenthal>. Acesso em: 20 de Nov. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7