Pessoas

Oswald de Andrade Filho

Outros Nomes: José Oswald Antônio de Andrade | Andrade Filho | Oswaldo de Andrade Filho | Nonê de Andrade | Nonê
  • Análise
  • Biografia
    José Oswald Antônio de Andrade (São Paulo, SP, 1914 - Guarujá, SP, 1972). Pintor, escritor, desenhista, cenógrafo, jornalista, músico, professor. Filho do escritor Oswald de Andrade (1890-1954), torna-se conhecido como Nonê de Andrade. Durante os anos 1920, realiza várias viagens de estudos à Europa e ao Oriente Médio. Em 1924, visita as cidades históricas mineiras na companhia do pai e de amigos, como a pintora Tarsila do Amaral (1886-1973) e os escritores Mário de Andrade (1893-1945) e Blaise Cendrars (1887-1961). Volta à Suíça, onde prossegue seus estudos. Retorna definitivamente ao Brasil em 1929. Estuda pintura com Candido Portinari (1903-1962), entre 1931 e 1934, e com Anita Malfatti (1889-1964) e Lasar Segall (1891-1957), entre 1934 e 1936. Nessa época, participa do Clube dos Artistas Modernos (CAM) e colabora no Teatro da Experiência, criado por Flávio de Carvalho (1899-1973). Na década de 1950, integra o Grupo Guanabara, do qual participam, entre outros, Manabu Mabe (1924-1997) e Tikashi Fukushima (1920-2001). Atua ainda como redator do jornal A Gazeta, entre outros, e produz literatura infantil, como O Saci que Fi à Lua". É diretor do Museu de Artes e Técnicas Populares e do Theatro Municipal de São Paulo. Os pesquisadores destacam em sua produção a identificação com os primeiros modernistas brasileiros e a aproximação ao surrealismo. Em 1982, ocorre a exposição Nonê de Andrade, dez anos depois, no Spazio Pirandello, São Paulo. É realizada uma retrospectiva de sua produção no Museu de Arte Contemporânea da Unversidade de São Paulo (MAC/USP), em 1990.

    Comentário Crítico
    Em Retrato de Waldo, Meu Pai, ca.1950, a figura, concebida com grande simplificação formal, se destaca do plano de fundo em cores escuras. O artista utiliza uma pincelada livre e matérica. Como aponta a arte-educadora Ana Mae Barbosa, um aspecto importante em sua obra é a influência do surrealismo, como em O Avarento, 1968, na qual revela um caráter ao mesmo tempo irônico e sentimental. O artista revela interesse pela produção de Walter Lewy (1905-1995) e de Tarsila do Amaral . Na opinião do historiador da arte Walter Zanini (1925-2013), Oswald de Andrade Filho mantém o espírito fiel à ideologia nacionalista dos primeiros modernistas.

Exposições

Exibir

Fontes de Pesquisa

BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil . São Paulo: São Paulo Editora, 1942. 251 p.

KAWALL, Luiz Ernesto Machado. Artes reportagem. São Paulo: Centro de Artes Novo Mundo, 1972. v.1, 185 p., il. p&b.

OS SALÕES: da família artística paulista, de maio e do sindicato dos artistas plásticos de São Paulo. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1976. [72 p.], il. p.b. color.

REIS JÚNIOR, José Maria dos. História da pintura no Brasil. Prefácio Oswaldo Teixeira. São Paulo: Leia, 1944. 409 p., il. p&b.

ZANINI, Walter (Org.). História geral da arte no Brasil - I. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães : Instituto Walther Moreira Salles, 1983. 490 p., il. color.

MUSEU DE ARTE MODERNA (SÃO PAULO, SP) (org.). Do modernismo à Bienal. São Paulo: MAM, 1982. 167 p., il. p&b., color.

ANDRADE FILHO, Oswald de. Nonê de Andrade: uma retrospectiva. Apresentação Ana Mae Tavares Bastos Barbosa e Paulo Ramos Machado. São Paulo: MAC/USP, 1990. 20p. il. color.

BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942.

GRUPO Guanabara 1950-1959. Textos de Janeta Zaidman Charatz e Heloisa Maria Pinheiro de Abreu Meirelles. São Paulo: Renato Magalhães Gouvêa - Escritório de Arte, 1992. s.p. il. color.

KAWALL, Luiz Ernesto Machado. Artes reportagem. Prefácio de Luís Arrobas Martins. Apresentação de Francisco Luís de Almeida Salles. São Paulo: Centro de Artes Novo Mundo, 1972.

LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p., il. p&b., color.

MUSEU DE ARTE MODERNA (SÃO PAULO, SP) (org.). Do modernismo à Bienal. Apresentação Luiz Seráphico de Assis Carvalho, Ilsa Kawall Leal Ferreira; comentário Marta Rossetti Batista, Fábio Magalhães, Radhá Abramo. São Paulo: MAM, 1982. 167 p., il. p&b., color.

OS SALÕES: da Família Artística Paulista, de Maio e do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo. Texto de Lisbeth R. Gonçalves. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1976. (Ciclo de Exposições de Pintura Brasileira Contemporânea).

PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p., il. p&b., color.

REIS JÚNIOR, José Maria dos. História da pintura no Brasil. Prefácio Oswaldo Teixeira. São Paulo: Leia, 1944. 409 p., il. p&b.

ZANINI, Walter, org. História geral da arte no Brasil. Apresentação de Walther Moreira Salles. São Paulo: Instituto Walther Moreira Salles, Fundação Djalma Guimarães, 1983.