Artigo da seção pessoas Papf

Papf

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento dePapf: 17-03-1833 Local de nascimento: (Alemanha / Sachsen / Dresden) | Data de morte 16-03-1910 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Ponta do Cavalão , 1878 , Papf
Reprodução fotográfica Lula Rodrigues

Biografia

Karl Ernst Papf (Dresden, Alemanha, 1833 - São Paulo, São Paulo, 1910). Pintor e fotógrafo. Estuda na Academia de Pintura de Dresden, por volta de 1850. Em 1867, é contratado pela firma Albert Henschel & Cia., do fotógrafo alemão Albert Henschel (1827-1882) e migra para o Brasil, fixando-se no Recife. Realiza fotopinturas: retratos a óleo baseados em fotos, gênero comum no século XIX. O estabelecimento prospera, passa a se chamar Photographia Allemã e abre filiais em Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. 

Em 1877, Papf muda-se para o Rio de Janeiro, então capital do Império, e, no ano seguinte, transfere-se para Niterói. Além dos trabalhos comerciais, dedica-se à pintura de naturezas-mortas e paisagens, com destaque para a pintura de orquídeas. Muda-se para Petrópolis em 1880 e inaugura o estúdio Photographia Papf em 1885. Produz encomendas para a família imperial, o que contribui para consolidar a reputação como retratista. 

No Rio de Janeiro, em 1882, expõe no Liceu de Artes e Ofícios e participa da Exposição Geral de Belas Artes (Egba) em 1897. Muda-se para São Paulo em 1899 e seu filho, Jorge Henrique Papf (1863-1920), assume a direção do estúdio em Petrópolis. Em São Paulo, trabalha para a filial da Photographia Allemã e monta estabelecimento próprio. Em 1980, uma retrospectiva de sua obra é realizada no Museu Imperial, em Petrópolis, e na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Análise

Papf notabiliza-se como pintor de retratos baseados em fotografias, chamados de fotopinturas. No século XIX, esse tipo de trabalho é uma alternativa mais econômica aos retratos em pintura. O retrato fotográfico retocado e colorido à mão é procurado, sobretudo, pela pequena burguesia comerciante para perpetuar sua imagem. 

De acordo com o historiador e crítico de arte Carlos Roberto Maciel Levy (1951)1, autor do principal estudo sobre o fotógrafo, a produtividade e o sucesso comercial de Papf servem de argumento para que sua obra seja ignorada ao longo da história recente da arte no Brasil. O crítico de arte Gonzaga Duque (1863-1911)2, por exemplo, ironiza o fato de que o artista, muito famoso entre seus contemporâneos, sequer seja lembrado posteriormente. 

Levy, no entanto, revê a importância de Papf como paisagista. Defende que, em paisagens como Praia do Cavalão (1878), o artista reúne as qualidades clássicas do paisagismo holandês aprendido na Alemanha. Devido a um espírito individual e progressista, porém, supera influências de sua formação para retratar a vegetação brasileira. 

Notas

1 LEVY, Carlos Roberto Maciel. Karl Ernst Papf 1833-1910. Rio de Janeiro: Pinakhoteke, 1980.

2 ESTRADA, Luiz Gonzaga Duque. A arte brasileira. Rio de Janeiro: Tipografia a vapor H. Combaerts, 1888, p. 201-202.

Outras informações de Papf:

  • Outros nomes
    • Karl Ernst Papf
    • E. Papf
    • Ernst Papf
    • Karl Papf
    • Karl Ernest Papf
  • Habilidades
    • fotógrafo
    • Pintor
  • Relações de Papf com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Papf: (6) obras disponíveis:

Título da obra: Mãe e Filha

Artigo da seção obras
Temas da obra: Artes visuais  
Data de criaçãoMãe e Filha : s.d.
Autores da obra:
Imagem representativa da obra
Legenda da imagem representativa:

Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Título da obra: Orquídeas

Artigo da seção obras
Temas da obra: Artes visuais  
Data de criaçãoOrquídeas : 1892
Autores da obra:
Imagem representativa da obra
Legenda da imagem representativa:

Reprodução fotográfica Raymond Asseo

Exposições (14)

Eventos relacionados (1)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (31)

  • DUQUE, Gonzaga. A Arte brasileira: pintura e esculptura. Rio de Janeiro: H. Lombaerts & C., 1888. 254 p.
  • VASQUEZ, Pedro Karp. Fotógrafos Alemães no Brasil do Século XIX: Deutsche Fotografen des 19. Jahrhunderts in Brasilien. São Paulo: Metalivros, 2000. 203 p., il. p&b. 770.981 V335f
  • AULER, Guilherme. Notícia do pintor Ernesto Papf. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 1º dez. 1957. Terceiro caderno, p.1-4.
  • AYALA, Walmir (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1977. v.3: M a P. (Dicionários especializados, 5).
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. R750.81 A973d 2.ed.
  • BARDI, Pietro Maria. História da arte brasileira. São Paulo: Melhoramentos, 1975, p.180.
  • BERGER, Paulo (org.). Pinturas e pintores do Rio antigo. Texto Paulo Berger, Gomes Mathias, Donato Mello Júnior. Rio de Janeiro: Kosmos, 1990. 251 p., il. color.
  • CAMARGO, Armando de Arruda (org.); LOBO, Hélio de Sá (org.); AZEVEDO, João da Cruz Vicente de (org.). A Paisagem brasileira: 1650-1976. São Paulo: Sociarte, Paço das Artes, 1980. il. color.
  • COLEÇÃO brasiliana: Fundação Rank-Packard/Fundação Estudar. Curadoria Carlos Martins; texto Carlos Martins; apresentação Marcos Mendonça, Emanoel Araújo. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2000. 28 p.
  • FABRIS, Annateresa (Org.). Fotografia: usos e funções no século XIX. São Paulo: Edusp, 1991. (Coleção texto & arte, 3).
  • FERREZ, Gilberto. A fotografia no Brasil: 1840- 1900. Prefácio Pedro Karp Vasquez. 2. ed. Rio de Janeiro: Funarte, 1985. 248 p. (História da fotografia no Brasil, 1).
  • FILUS, Cláudio (coord.). Acervo permanente e novas doações. Texto Aracy Amaral, José Roberto Teixeira Leite, Maria Cecília França Lourenço, Ruth Sprung Tarasantchi, Marta Rossetti Batista, Peter Burke, Maria Luiza Moraes. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1999. 30 p., il. color.
  • FREIRE, Laudelino. A arte da pintura no Brasil. Revista do Instituto Histórico e Geographico Brasileiro, Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, p. 777-811, 1917. Número especial.
  • GULLAR, Ferreira et al. 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • KOSSOY, Boris. Dicionário histórico-fotográfico brasileiro: fotógrafos e ofício da fotografia no Brasil (1833-1910). São Paulo: Instituto Moreira Salles, 2002.
  • KOSSOY, Boris. Origens e expansão da fotografia no Brasil : século XIX. Prefácio Boris Kossoy. Rio de Janeiro: Funarte, 1980. 128 p.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. R759.981 L533d
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LEMOS, Carlos Alberto Cerqueira; AMARAL, Aracy; BERNARDET, Jean-Claude. Retratos quase inocentes. São Paulo: Nobel, 1983. 198 p., il. p&b.
  • LEVY, Carlos Roberto Maciel. Karl Ernst Papf: 1833-1910. Apresentação Max Perlingeiro, Carlos Roberto Maciel Levy. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1980. 61 p., il. p.b. color.
  • LOUZADA, Júlio. Artes plásticas Brasil 1985: seu mercado, seus leilões. São Paulo: J. Louzada, 1984. v. 1. R702.9 L895a v.1
  • LOUZADA, Júlio. Artes plásticas Brasil 1987: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Inter / Arte / Brasil, 1986. v. 2. R702.9 L895a v.2
  • LOUZADA, Júlio. Artes plásticas Brasil 1992: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Inter / Arte / Brasil, 1992. v. 5. R702.9 L895a v.5
  • LOUZADA, Júlio. Artes plásticas Brasil 1994: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Júlio Louzada, 1994. v. 6. R702.9 L895a v.6
  • LOUZADA, Maria Alice do Amaral. Artes plásticas Brasil 1996: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Júlio Louzada, 1996. v. 8. R702.9 L895a v.8
  • MARTINS, Carlos (org.). Revelando um acervo: coleção brasiliana. São Paulo: BEI Comunicação, 2000.(Brasiliana). 759.981 R449
  • NATUREZA: quatro séculos de arte no Brasil. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1992.
  • PEIXOTO, Maria Elizabete Santos. Pintores alemães no Brasil durante o século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1989. 244 p., il. p&b., color.
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. R703.0981 P818d
  • RUBENS, Carlos. Pequena história das artes plásticas no Brasil. São Paulo: Editora Nacional, 1941. (Brasiliana. Série 5ª: biblioteca pedagógica brasileira, 198).
  • VASQUEZ, Pedro Karp. Dom Pedro II e a fotografia no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho: Companhia Internacional de Seguros: Ed. Index, 1985. 243 p.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • PAPF . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa10158/papf>. Acesso em: 14 de Nov. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7