Artigo da seção grupos Ven de-sê Sonhos

Ven de-sê Sonhos

Artigo da seção grupos
Teatro  
Data de criação da obra Ven de-sê Sonhos: 1979 Local de crição: (Brasil / Rio Grande do Sul / Porto Alegre) | Data de término 1985 Local de término: (Brasil / Rio Grande do Sul / Porto Alegre)

Histórico
Em cinco anos de duração, o grupo Ven de-sê Sonhos desenvolve um projeto que procura refletir o comportamento e as relações dos jovens com as estruturas sociais e familiares, num período em que o Brasil lentamente emerge da ditadura militar.

A maioria de seus integrantes é oriunda do Grêmio Dramático Açores, formado no âmbito do Teatro de Arena de Porto Alegre (TAPA), principal reduto do teatro político na década de 1970. Embora de duração efêmera, com apenas três espetáculos produzidos simultaneamente, o Açores é a gênese de diversos grupos que se formam na década de 1980.

Antes de estrear com a peça School's Out, o Ven de-sê Sonhos participa de uma oficina com o grupo carioca Asdrúbal Trouxe o Trombone, que se torna seu principal modelo, tanto pela temática quanto pela forma de organização interna, sem a divisão convencional de funções. Fazem parte do núcleo inicial Pedro Santos, Angel Palomero, Cleide Fayad, Xala Felippi, Márcia do Canto, Marta Biavaschi, Marco Antonio Sório, Pedro Santos, Soraia Simmam, Rosa Luporini e Osvaldo Perrenoud.

School's Out aborda as relações entre a juventude e a repressão política simbolizada pela escola e pelos valores ultrapassados. Nesse espaço conflagrado, define os contornos de uma cultura jovem em que estão presentes o cabelo comprido, a roupa desbotada, as drogas leves e a liberdade sexual, em diálogos permeados de gírias da época. A rebeldia dos jovens ante a estrutura autoritária tem seu clímax no fim da apresentação, quando os alunos não passam no vestibular e queimam os livros.

Pelo espetáculo, o grupo recebe o Prêmio Açorianos Especial, da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre. O texto de Pedro Santos, premiado no Concurso Qorpo-Santo de Dramaturgia, em 1980, tem como base as experiências reais dos integrantes do grupo. Segundo o crítico Cláudio Heemann, "eles não se parecem com atores fazendo teatro sobre a juventude contemporânea. Eles são uma parcela da juventude contemporânea transformando a si mesma em matéria teatral".1

Para Suzana Kilpp, a peça molda uma nova tendência da cultura gaúcha: "Desde School's Out, as crônicas sobre os jovens de Porto Alegre abriram espaço também para um tipo muito peculiar de humor, além de um tipo peculiar de drama, e os grupos passaram a falar sobre eles mesmos, sobre o teatro, sobre a música e sobre o cinema que estavam fazendo, abrindo um novo leque de possibilidades".2

No trabalho seguinte, Trenaflor, em 1983, a temática ganha um novo enfoque. O espetáculo é uma criação coletiva que mostra a história de jovens que se rebelam contra a escola, deixam a casa dos pais e passam a viver em comunidade, simbolizando o desprendimento e a busca de uma sociedade ideal. Entretanto, as dificuldades financeiras e a chegada de novos inquilinos levam à deterioração das relações internas na comunidade. Esse trabalho marca o ingresso no grupo do ator Marcos Breda e a saída do ator Pedro Santos, que se incorpora ao Asdrúbal Trouxe o Trombone.

A linha de trabalho e a linguagem adotadas pelo Ven de-sê Sonhos encontram correspondência nas produções em super-8 realizadas por um grupo de jovens cineastas, embrião da Casa de Cinema de Porto Alegre. Os atores do grupo participam de curtas como Coisa na Roda, Sexo e Beethoven, No Amor, e do longa-metragem Deu pra Ti, Anos 70, de Giba Assis Brasil e Nelson Nadotti, filme emblemático do surgimento do novo cinema gaúcho. Essa relação estreita é materializada em Das Duas, Uma, terceiro espetáculo do Ven de-sê Sonhos, com texto de Giba Assis Brasil. A peça mostra um grupo tentando produzir um filme sobre dois jovens amantes que se matam, a produção é de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo, responsáveis pela criação da Casa de Cinema. Cláudio Heemann comenta a montagem: "É a mais polida das produções dos criadores de School's Out e Trenaflor".3

O Ven de-sê Sonhos faz seu quarto espetáculo, O Mistério das Baipotas, em 1984, destinado ao público infantil. Após essa montagem, seus integrantes seguem carreiras individuais ou vinculam-se a outros grupos.

Mas o grupo deixa sua marca na cena teatral porto-alegrense como um precursor na abordagem dos dilemas do jovem, ao questionar as relações com a família, a escola, os valores herdados, a sexualidade e a necessidade de sobrevivência, temas que passam a frequentar com assiduidade os palcos, as canções e os filmes produzidos na década de 1980.

Notas
1. HEEMANN, Cláudio. School's out. Porto Alegre, Zero Hora, 24 out. 1980.

2. KILPP, Suzana. Os cacos do teatro: Porto Alegre, anos 70. Porto Alegre: Unidade Editorial, 1996. p. 56.

3. HEEMANN, Cláudio. Das duas, uma. Porto Alegre, Zero Hora, 20 set. 1983.

Espetáculos (10)

Fontes de pesquisa (3)

  • HEEMANN, Cláudio. Das duas, uma. Porto Alegre, Zero Hora, 20 set. 1983.
  • HEEMANN, Cláudio. School's out. Porto Alegre, Zero Hora, 24 out. 1980.
  • KILPP, Suzana. Os Cacos do Teatro: Porto Alegre, anos 70. Porto Alegre: Unidade Editorial, 1996.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • VEN de-sê Sonhos. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/grupo539124/ven-de-se-sonhos>. Acesso em: 24 de Mar. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7