Artigo da seção eventos The International Exhibition of Modern Art (1913 : Nova York, Estados Unidos)

The International Exhibition of Modern Art (1913 : Nova York, Estados Unidos)

Artigo da seção eventos
Artes visuais  
Data de inícioThe International Exhibition of Modern Art (1913 : Nova York, Estados Unidos): 17-02-1913 | Data de término: 15-03-1913
Local de realização: (Estados Unidos / Nova York / Nova York) | Instituição de realização: 69th Regiment Armory
exposicao | Coletiva

Histórico
Para compreender o Armory Show é importante mencionar dois pólos de renovação das artes americanas do início do século XX. Trata-se de Robert Henri e de Alfred Stieglitz. Henri é líder de um grupo de artistas de tendência socialista, que costuma se reunir em seu estúdio, na Filadélfia. Em 1910, ele organiza a Exhibition of Independent Artists, exposição que, considerada uma prévia do Armory Show, é importante na medida em que os artistas, com sua produção, de caráter realista, tentam romper com o academicismo então vigente. No entanto, na busca de uma arte genuinamente americana, não abrem espaço para as inovações estéticas inerentes ao modernismo europeu. Stieglitz, mais aberto que os artistas do grupo de Henri, acha que as transformações devem ser mais radicais, não se ater apenas à temática das obras, mas propor uma nova forma. Ele e Edward Steichen fundam a Little Gallery of the Photo Secessionists, também conhecida por Gallery 291, onde são expostas obras de artistas europeus como Paul Cézanne, Constantin Brancusi, e Henri Matisse, entre outros, sobretudo trabalhos fotográficos.

Tanto os artistas do grupo de Henri quanto os de Stieglitz estão representados no Armory Show e caracterizam-se por ser, entre os artistas americanos, os mais radicais. O Armory Show, oficialmente denominado International Exhibition of Modern Art, inaugurado em 17 de fevereiro de 1913, aberto até 15 de março, é considerado um marco da arte moderna nos Estados Unidos. A American Association of Painters and Sculptors - AAPS, criada em 1911 - entre seus fundadores estão Walt Kunh e Arthur Davies -, é a responsável pela organização do evento. São expostas 1.250 obras de arte, americanas e estrangeiras, entre pinturas, esculturas e artes decorativas, distribuídas por 18 salas, no 69º Pavilhão do Regimento da Guarda Nacional, na avenida Lexington, em Nova York.

O objetivo da mostra é exibir o que de melhor existe em arte moderna, inspirados na Sonderbund, de Colônia, Alemanha. Os pintores europeus estão muito bem representados com obras de Francisco de Goya, Paul Cézanne, Vincent van Gogh, Claude Monet, Édouard Manet, Pablo Picasso, entre outros. Movimentos como o impressionismo e o cubismo evidenciam o descompasso entre a produção americana e a européia. A produção cubista é a que mais chama atenção do público, com destaque principal para a obra Nu Descendo a Escada nº 2, de Marcel Duchamp. O resultado da mostra pode ser mensurado pela polêmica causada por jornais como TribuneGlobe e World e revistas especializadas como CenturyScribner´s e Arts and Decoration, e pelas várias exposições de caráter inovador que passam a ocorrer. Após Nova York, a mostra é exibida, numa versão reduzida, em Boston e Chicago, Estados Unidos.

Fontes de pesquisa (3)

  • MORAIS, Frederico. Panorama das artes plásticas: séculos XIX e XX. 2. ed. rev. São Paulo: Instituto Cultural Itaú, 1991. 164 p.
  • New York Armory Show of 1913. Ask Art. The artist's bluebook. Disponível em: http://www.askart.com/AskART/interest/new_york_armory_show_of_1913s_1.aspx?id=15. Acesso em: 10 fev. 2015.
  • BASTOS, Eliana. Entre o escândalo e o sucesso: a Semana de 22 e o Armory Show. Campinas: Unicamp, 1991. 198 p., il. p.b., foto. (Repertórios).

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • THE International Exhibition of Modern Art (1913 : Nova York, Estados Unidos). In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/evento87599/the-international-exhibition-of-modern-art-1913-nova-york-estados-unidos>. Acesso em: 29 de Mar. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7