Artigo da seção eventos Ocupação Nelson Pereira dos Santos

Ocupação Nelson Pereira dos Santos

Artigo da seção eventos
Cinema  
Data de inícioOcupação Nelson Pereira dos Santos : 24-08-2013 | Data de término: 29-09-2013
Local de realização: (Brasil / São Paulo / São Paulo) | Instituição de realização: Itaú Cultural
Tipo do evento: exposicao | Classificação do evento: Individual

Ficha Técnica do evento Ocupação Nelson Pereira dos Santos :

Midias (3)

Fabiano Canosa - Ocupação Nelson Pereira dos Santos (2013)
O produtor cultural Fabiano Canosa fala sobre a exibição no exterior de filmes do Nelson Pereira dos Santos, sobre os filmes dele que se passam no Rio de Janeiro e sobre a relação de seus filmes com a censura. Depoimento gravado para a Ocupação Nelson Pereira dos Santos, em julho de 2013, no Rio de Janeiro/RJ. Créditos: Direção e Edição: Karina Fogaça Produção: Paula Bertola Entrevista: Thiago Rosenberg Captação de imagem: Cassandra Mello Captação de Áudio: Alexandre Turina Trechos de filmes: "Rio 40 Graus" (1955), "Rio Zona Norte" (1957), "Vidas Secas" (1963), "Azyllo Muito Louco" (1970), "Como Era Gostoso o Meu Francês" (1971), "El Justicero" (1967), "Memórias do Cárcere" (1984) e "Fome de Amor" (1968)

Ana Maria Magalhães - Ocupação Nelson Pereira dos Santos (2013)
A atriz Ana Maria Magalhães fala sobre quando conheceu Nelson Pereira dos Santos, sobre o processo criativo do diretor nos filmes em que trabalharam juntos, sobre Nelson enquanto diretor de atores e sobre a construção de sua personagem em "Como Era Gostoso o Meu Francês" (1971). Depoimento gravado para a Ocupação Nelson Pereira dos Santos, em julho de 2013, no Rio de Janeiro/RJ. Créditos: Direção e Edição: Karina Fogaça Produção: Paula Bertola Entrevista: Thiago Rosenberg Captação de imagem: Cassandra Mello Captação de Áudio: Alexandre Turina Trechos de filmes: "Azyllo Muito Louco" (1970) e "Como Era Gostoso o Meu Francês" (1971)

Paraty - Ocupação Nelson Pereira dos Santos (2013)
Nelson Pereira dos Santos realizou, em Paraty/RJ, entre 1969 e 1973, três longas: "Azyllo Muito Louco" (1970), "Como Era Gostoso o Meu Francês" (1971) e "Quem é Beta?" (1972). No documentário "Paraty", Nelson fala sobre a cidade na época em que filmou, o que o levou a filmar lá, sobre os filmes rodados na cidade e sobre o ato de filmar durante a ditadura militar. Luiz Carlos Lacerda, o Bigode, que foi assistente e ator de Nelson, fala sobre o cineasta no set de filmagem. Depoimento gravado para a Ocupação Nelson Pereira dos Santos, em junho de 2013, em Paraty/RJ. Créditos: Direção e Edição: Rodrigo Lorenzetti Produção: Paula Bertola Entrevista: Thiago Rosenberg Captação de imagem: Francis Girard Assistente de captação: Luiz Rotondi Steadicam: Marcelo Kron Captação de Áudio: Alexandre Turina Trechos de filmes: "Fome de Amor" (1968), "Azyllo Muito Louco" (1970), "Como Era Gostoso o Meu Francês" (1971) e "Quem é Beta?" (1972)

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • OCUPAÇÃO Nelson Pereira dos Santos. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/evento632289/ocupacao-nelson-pereira-dos-santos-2013-sao-paulo-sp>. Acesso em: 16 de Dez. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7