Personas

Ricardo Basbaum

Otros Nombres: Ricardo Roclaw Basbaum
  • Análisis
  • (DISPONIBLE SOLO EN PORTUGUÉS)

    Biografia
    Ricardo Roclaw Basbaum (São Paulo SP 1961). Artista multimídia, professor, curador, crítico. Muda-se para o Rio de Janeiro em 1977 e estuda ciências biológicas entre 1979 e 1982 na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1981 forma a Dupla Especializada, em parceria com Alexandre Dacosta (1959). Dois anos mais tarde, cria, com Dacosta e Barrão (1959), o Grupo Seis Mãos. Entre 1985 e 1987, faz o curso de especialização em história da arte na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ). Faz sua primeira exposição individual em 1988, no Centro Cultural Cândido Mendes (CCCM), Rio de Janeiro. Trabalha como artista residente na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 1987, e inicia, em 1989, o projeto NBP - Novas Bases para a Personalidade, realizando experiências com objetos, textos, instalações, diagramas e desenhos. Em 1991, coordena o Núcleo Teórico e o Núcleo Intermídia da Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage). Na mesma época, forma o grupo Visorama, com artistas plásticos cariocas. Em 1994 obtém o título de master of arts in fine arts no Goldsmith's College, University of London, Inglaterra. Conclui mestrado em comunicação e cultura na UFRJ em 1996. Entre 1999 e 2003, coordena a Agora - Agência de Organismos Artísticos. É professor do Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

    Comentário Crítico
    Ricardo Basbaum inicia seu trabalho na década de 1980, explorando  diversas formas de linguagem em suas obras. Sua produção inclui performances, ações, intervenções, textos, manifestos, objetos e instalações.

    Em 1989, Basbaum dá início ao projeto NBP - Novas Bases para a Personalidade, cujo objetivo é estabelecer conexões diretas com o espectador. Nesse trabalho, apresenta as cápsulas de lazer, pequenas estruturas construídas em ferro, tela de arame, espuma, tecido e isopor, pensadas para que os participantes entrem e se deitem, sozinhos ou em duplas, vivenciando assim condições de maior proximidade ou de solidão. A discussão sobre os relacionamentos humanos é enfocada também em uma série de desenhos diagramáticos, apresentados em painéis sobre as paredes do espaço expositivo. Na opinião do crítico de arte Guy Brett, a produção do artista revela influência das obras de Lygia Clark (1920-1988), Lygia Pape (1927-2004) e Hélio Oiticica (1937-1980), por envolver conceitos de sociabilidade, comunidade, isolamento ou atomização social.

    Basbaum realiza também livros de artista, derivados de suas propostas, como NBP x Eu-Você, 2000. É organizador da coletânea Arte Contemporânea Brasileira: Texturas, Dicções, Ficções, Estratégias, publicada em 2001, na qual reúne textos de artistas e de críticos que discutem novas tendências artísticas. Entre 1999 e 2003, cria e coordena, no Rio de Janeiro, com outros artistas, a iniciativa independente Agora - Agência de Organismos Artísticos, lançando diversas publicações e promovendo eventos como palestras e mostras de arte contemporânea.

Exposiciones

Mostrar

Eventos

Fuentes de Investigación

ARTE sugere bases para a personalidade. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 02 fev. 1993.

ARTE em campus. Curadoria Jorge Emanuel. Rio de Janeiro: UVA, 1997.

BASBAUM, Ricardo. De fuera hacia adentro/de dentro hacia afuera. Lapiz, Madrid, n. 134-135, jul. /set. 1997.

BASBAUM, Ricardo. Ricardo Basbaum. Rio de Janeiro: Espaço Cultural Sérgio Porto, 1993.

BASBAUM, Ricardo. Novas bases para a personalidade: Ricardo Basbaum. Rio de Janeiro: Galeria do IBEU, 1993.

DEZOITO. Projeto gráfico Valerie Knight; curadoria Iracema Almeida. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes, 1995.

POSSÍVEL imagem. Apresentação Hermano Vianna. Rio de Janeiro: Solar Grandjean de Montigny, 1990.

PRÊMIO Brasília de Artes Plásticas 1990. Brasília: Museu de Arte de Brasília, 1990.

SEMANA de Cultura Contemporânea: interculturalidades: artes visuais. Curadoria e texto Edson Barrus. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, 2002. [24] p., il. p&b.

O ARTISTA pesquisador. Niterói: MAC-Niterói, 1998. [28] p. il. p&b

CADERNO didático-informativo. Brasília: Fundação Athos Bulcão, 1993.

GALERIA de Arte UFF - 10 anos: exposição comemorativa. Curadoria Beatriz Milhazes. Niterói: Galeria de Arte/UFF, 1992.

FUNDAÇÃO BIENAL DE SÃO PAULO: banco de dados. Disponível em: http://bienalsaopaulo.globo.com/busca.asp.  Acesso em: 25 out 2006.

GERAÇÃO 80: núcleo jovem MP2 Arte. Rio de Janeiro: MP2 Arte, 1984.

MORAIS, Frederico. Cronologia das artes plásticas no Rio de Janeiro: da Missão Artística Francesa à Geração 90 : 1816-1994. Rio de Janeiro: Topbooks, 1995. 559 p.

MUNIZ, Hélio. Goteiras e alumínio. O Globo, Rio de Janeiro, 23 maio 1990.

PINTURAS: escrete volador. São Paulo: Subdistrito Comercial de Arte, 1986.

BASBAUM, Ricardo. In: FÓRUM Permanente: Museus de Arte; entre o público e o privado. Disponível em: http://forumpermanente.incubadora.fapesp.br/portal/.convidados/document.2004-11-26.2569776477. Acesso em 25 de out. 2006.

BR-UK. Apres. Armando Mattos. Rio de Janeiro: MAM, 1994. n. p.

CONVERSAS para entender a arte contemporânea. O Popular, Goiânia, 25 set. 1992.

ECO-SENSORIAL: extrativismo urbano. Rio de Janeiro: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1992.

ESCULTURA carioca. Rio de Janeiro: Paço Imperial, 1994.

ESPAÇO gravado. Rio de Janeiro: Museu do Telephone-Telemar, 1999.

ARTE em Campus. Rio de Janeiro: Universidade Veiga de Almeida, 1997.

__________. Ricardo Basbaum. Rio de Janeiro: Espaço Cultural Sérgio Porto, 1993.

__________. Novas bases para a personalidade: Ricardo Basbaum. Rio de Janeiro: Galeria do IBEU, 1993.

 __________. In: FÓRUM Permanente: Museus de Arte; entre o público e o privado. Disponível em: http://forumpermanente.incubadora.fapesp.br/portal/.convidados/document.2004-11-26.2569776477. Acesso em 25 de out. 2006.

ECO-SENSORIAL: extrativismo urbano. Fotografia César Duarte, Loris Machado, Nei Santi Júnior, Wilton Montenegro, J. Moreno. Rio de Janeiro: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1992.

ESCULTURA carioca. Apres. Lauro Cavalcanti. Textos de Ligia Canongia e Fernando Cocchiarale. Rio de Janeiro: Paço Imperial, 1994.

ESPAÇO gravado. Fotografia Américo Vermelho; projeto gráfico Mameluco; apresentação Maria Arlete Gonçalves; texto Anna Bella Geiger. Rio de Janeiro: Museu do Telephone-Telemar, 1999.

FUNDAÇÃO BIENAL DE SÃO PAULO: banco de dados. Disponível em: http://bienalsaopaulo.globo.com/busca.asp.  Acesso em: 25 out 2006.

GERAÇÃO 80: núcleo jovem MP2 Arte. Apres. Jorge Guinle. Rio de Janeiro: MP2 Arte, 1984.

MORAIS, Frederico. Cronologia das artes plásticas no Rio de Janeiro: da Missão Artística Francesa à Geração 90 : 1816-1994. Rio de Janeiro: Topbooks, 1995. 559 p.

O ARTISTA pesquisador. Niterói: MAC-Niterói, 1998. [28] p. il. p&b

PINTURAS: escrete volador. Apres. Chacal. São Paulo: Subdistrito Comercial de Arte, 1986. n. p.

POSSÍVEL imagem. Apres. Hermano Vianna. Rio de Janeiro: Solar Grandjean de Montigny, 1990.

PROGRAMA de exposições do Centro Cultural São Paulo. São Paulo: Fundação Bienal, 1992.

RODRIGUES, Renato. Ricardo Basbaum no E. C. Sérgio Porto. Guia das Artes, São Paulo, ano 7, n. 32, p. 37-38, 1993.

ROELS JR. , Reynaldo. Guerra de estrelas. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 27 jul. 1988.

SALÃO NACIONAL DE ARTE, 19. , Belo Horizonte, 1987. Catálogo. Belo Horizonte: Museu de Arte da Prefeitura, 1987.

SEMANA de Cultura Contemporânea: interculturalidades: artes visuais. Curadoria e texto Edson Barrus. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, 2002. [24] p., il. p&b.