Resultados encontrados buscando por “Música Erudita” em Obras e Música

(28) artigos disponíveis
Apresentação do conteúdo em Grid Grid
Apresentação do conteúdo em Lista Lista
Limpar Filtros

Artigo sobre A Peleja do Diabo com o Dono do Céu

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoA Peleja do Diabo com o Dono do Céu: 1979
Autores da obra:
Resumo do artigo A Peleja do Diabo com o Dono do Céu:

Segundo disco do compositor, cantor e violonista Zé Ramalho (1949) , A Peleja do Diabo com o Dono do Céu é gravado em junho de 1979 e lançado em setembro do mesmo ano. Depois do sucesso do álbum de estreia, o compositor lapida seu segundo trabalho, cujo título remete ao universo da literatura de cordel, também aludido pelo filme O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro (1969), do

Artigo sobre Opinião de Nara

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoOpinião de Nara: 1964
Autores da obra:
Resumo do artigo Opinião de Nara:

Análise Segundo álbum da discografia individual de Nara Leão (1942-1989) , Opinião de Nara revela uma artista atenta ao contexto político-social do país da década 1960 e interessada em divulgar um tipo de música que ela acredita ser a expressão genuína do povo brasileiro. O repertório é composto de sambas do morro carioca e cantigas regionais nordestinas. Lançado em novembro de 1964, o

Artigo sobre Clube da Esquina 2 (1978)

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoClube da Esquina 2 (1978): 1978
Autores da obra:
Resumo do artigo Clube da Esquina 2 (1978):

Análise Clube da Esquina 2 é lançado em 1978 pela Emi-Odeon, retomando o projeto de 1972, que dá expressão e consolida o movimento musical de jovens músicos mineiros. O caráter coletivo da criação, a diversificação das canções e o experimentalismo do primeiro trabalho são preservados, incluindo a divisão em dois LPs, desta vez com 23 canções. Conduzido novamente por Milton Nascimento

Artigo sobre Alucinação

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoAlucinação: 1976
Autores da obra:
Resumo do artigo Alucinação:

Análise Alucinação (1976) é o segundo LP do compositor e cantor Belchior (1946-2017) . Lançado pela Philips, tem produção de Mazzola (1950) e arranjos de José Roberto Bertrami (1946-2012). Depois do trabalho de estreia, A Palo Seco (1974), o compositor alcança, com este álbum, a primeira exposição extensiva na mídia, atingindo a cifra de 30 mil cópias vendidas em um mês. Nele, estão

Artigo sobre Com que roupa?

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Resumo do artigo Com que roupa?:

Análise A canção Com que roupa? é a segunda gravação de Noel Rosa (1910-1937) , realizada em 1930 na Parlophon, com interpretação do próprio compositor. A letra bem humorada e mordaz, associada à melodia e ritmo alegres, fazem dela sucesso popular. As paródias, charges, crônicas e propagandas comerciais que ela inspira revelam, sua popularidade.  Além disso, consagra o bordão popular

Artigo sobre Falso Brilhante

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoFalso Brilhante: 1976
Autores da obra:
Resumo do artigo Falso Brilhante:

Análise Falso Brilhante é um álbum de estúdio da cantora Elis Regina (1945-1982), lançado pela Philips em 1976. O disco tem o repertório baseado no espetáculo homônimo, em cartaz no Teatro Bandeirantes de dezembro de 1975 a fevereiro de 1977 em São Paulo. O show tem 257 apresentações e público de 280 mil pessoas. Criado coletivamente pela equipe, com direção cênica de Myriam Muniz

Artigo sobre Da Lama ao Caos

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoDa Lama ao Caos: 1994
Resumo do artigo Da Lama ao Caos:

Análise Da Lama ao Caos , lançado em 1994, é o disco manifesto que funda o movimento musical pernambucano conhecido como mangue bit ou manguebeat 1 , conforme difundido pela imprensa. É o disco de estreia de Chico Science (1966-1997) & Nação Zumbi, principal nome da cena ao lado da banda Mundo Livre S/A. Esta, liderada por Fred Zero Quatro (1962) , que também lança seu primeiro

Artigo sobre Gosto que Me Enrosco

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Música  
Data de criaçãoGosto que Me Enrosco: 1928
Resumo do artigo Gosto que Me Enrosco:

A canção Gosto que Me Enrosco é gravada pela primeira vez, com esse título, em 1928, por Mário Reis (1907-1981) . Ela alcança ampla divulgação no Carnaval do ano seguinte e torna-se umas das músicas mais conhecidas de Sinhô (1888-1930) . Contudo, ela tem um trajetória um tanto tortuosa e controversa. Na verdade, sua melodia aparece pela primeira vez na peça musicada Sorte Grande, encenada